Mercado de cosméticos capilares deve bater recordes no país



Mercado brasileiro de hair care supera os R$ 23 bilhões em 2020


De acordo com números divulgados pela Euromonitor International, o ritmo de lançamentos de produtos de hair care segue acelerado nos primeiros meses de 2021, com as marcas apostando em produtos que incorporam ingredientes de skincare e efeito imediato. Alta performance no couro cabeludo e nos fios é a aposta dos lançamentos. Acompanhando o otimismo das marcas, as vendas da categoria cresceram 4,6% em 2020 em relação ao ano anterior, atingindo R$ 23,175 bilhões.


O desempenho do ano passado pode ser considerado notável, não apenas por acontecer em plena pandemia, mas também por representar grande parte da alta assinalada nos últimos cinco anos, que foi de 9,1% em relação a 2015. Para os próximos cinco anos, as perspectivas da Euromonitor são também animadoras: 16,9% de elevação entre 2020 e 2025, quando as vendas atingirão R$ 27,097 bilhões.


Já as vendas dos produtos para condicionamento e tratamento capilar foram ainda melhores, registrando crescimento de 8% em relação a 2020, superando os R$ 10 bilhões. Para o segmento, a Euromonitor espera um verdadeiro boom, com 27,1% de alta entre 2020 e 2025 (R$ 12,750 bilhões).


Unilever e L’Oréal permaneceram nas primeiras posições entre os players brasileiros. A mudança no ranking ficou por conta da P&G, que assumiu a terceira posição que era da Coty em 2020.


Mercado Internacional


As vendas de cosméticos para cuidados capilares no mundo em 2020 cresceram 10,7% em relação a 2015. O faturamento saltou de U$ 68 bilhões para U$ 78,369 bilhões. Estados Unidos, que lideram o consumo com R$ 13,667 bilhões, são seguidos pelos por China, Japão e Brasil, nessa ordem.


Especialistas preveem que a próxima geração de produtos hair care deve alavancar tecnologia, dados e biologia específicos. A tendência é que esses produtos sejam mais personalizados, ou seja, se adaptem melhor ao estilo de vida, ambiente e preferências de cada um, em vez de se limitarem apenas às condições do cabelo e do couro cabeludo.


Os consumidores também estão em busca de formulações para resolver rapidamente os problemas capilares sem comprometer a qualidade, demandando simplicidade às marcas, com produtos multifuncionais e orientados para a eficácia. Vale ressaltar que as alternativas mais limpas e sustentáveis estão em evidência e devem continuar a crescer.


A pandemia e a crise financeira generalizada aumentaram o número de consumidores que mudaram sua rotina de salão e tiveram que aderir aos tratamentos em casa. Isso resulta no aumento da demanda por produtos que ajudem os consumidores a obterem resultados semelhantes aos dos salões que, por sua vez, deverão ser impactados pela competição com tratamentos caseiros mais baratos.


Fonte: Portal Cosmetic Innovation

Destaque
Siga
  • Siga-nos no Instagram
  • Siga-nos no Facebook
Posts Recentes
Arquivo